Santa Cruz do Escalvado

Nova Soberbo

O ano de 2004 marca o início das operações da UHE Risoleta Neves, mas a instalação deste empreendimento na região envolveu muito mais do que as obras civis. Em 2000, tinha início o relacionamento entre a Usina e a comunidade do distrito de São Sebastião do Soberbo, pertencente ao município de Santa Cruz do Escalvado cujas famílias precisariam ser realocadas para a construção da barragem.

Para isso, foi necessário entender, por meio de um diagnóstico, quem eram essas famílias, seu estilo de vida e suas atividades, para verificar o que seria necessário para trazer o empreendimento para a região. A partir de 2003 teve início o processo de desocupação da área urbana e de algumas propriedades rurais pertencentes às cidades de Rio Doce e Santa Cruz do Escalvado, que foi concluído em 2004. No total, foram 141 famílias realocadas para um assentamento construído pelo empreendimento, hoje chamado Nova Soberbo.

Com a mudança, os moradores levaram também suas tradições, costumes e festividades. Na bagagem, levaram expressões rotineiras que caracterizam a cultura local. Em Nova Soberbo, “De Fulano” ainda faz referência aos membros da família de alguém e “Falazada” se diz daquele que fala demais. A mudança também promoveu novos hábitos como a produção de pimenta malagueta, maracujá, bucha vegetal e outros artigos típicos de regiões de clima quente.

Fundamentado através do diálogo e do envolvimento de todos nas decisões, perante a nova realidade, a parceria entre a Usina Hidrelétrica e a comunidade foi sendo ampliada.

Iniciativas relacionadas à infraestrutura como sistema de água e luz, reforma das casas e outras, foram realizados conforme estabelecido no projeto que foi concebido após minuciosos estudos, conforme o Plano de Controle Ambiental (PCA), aprovado pela Federação Estadual do Meio Ambiente (Feam).

Além disso, a Usina desenvolveu junto com os moradores cursos profissionalizantes e apoio à estruturação da Associação de Moradores de Nova Soberbo e da Cooperativa de Nova Soberbo (Coopsoberbo), iniciativas que contribuem cada vez mais para o desenvolvimento do distrito. Assim, novas perspectivas vão sendo criadas e os aprendizados da história de uma década vão delineando a construção de um futuro, juntos.

Curiosidade

O antigo distrito levava o nome de São Sebastião do Soberbo em homenagem ao rio que banhava a região e, em tempos de cheia, alagava. Soberbo quer dizer mais alto e imponente. São Sebastião, padroeiro do local, também foi homenageado, dando nome ao vilarejo.

Sete Quedas

A comunidade de Sete Quedas, área rural do município de Santa Cruz do Escalvado, foi formada pelos moradores da antiga Fazenda Sete Quedas. Com a construção da Usina, a comunidade também teve que ser realocada. Quinze famílias formam a comunidade, que tem como vocação o cultivo agrícola para subsistência e a atividade de bovinocultura voltada para a área leiteira.